13 fevereiro 2017

Liberdade!


Outro dia, saí só de casa. Sem um rumo certo, sem horário certo pra voltar, sem saber muito bem como chegar onde queria ir. Mas eu fui. E isso me lembrou da liberdade que temos na vida. A gente pode sim FAZER O QUE QUISER. 

Eu passei por uma fase na vida que me impedia de fazer as coisas sozinhas. Acabei sendo moldada a ter medo de estar só, ir só, fazer qualquer coisa só. E isso esconde as possibilidades da vida. 

Às vezes a gente esquece do mundão que tem após a porta de casa. E claro que nem tudo é maravilha. A vida mesmo nos mostra, desde sempre, que temos que ser seres que saibam lidar com a parte ruim das coisas. Pessoas ruins, situações chatas, lugares desagradáveis, e assim por diante. Assim como existem fases da vida que parece que qualquer coisa que dê errado, mesmo que seja mínima (como quando a gente perde aquele ônibus que só passa de hora em hora), parece que nada mais vai funcionar. Mas, acreditem, VAI!

Eu preciso de dias sozinha. Sempre precisei. E não digo desses dias que ficamos em casa, na cama, vendo netflix debaixo da coberta com o cachorro dormindo lá no nosso pé. Falo de dias que pego um ônibus com o meu livro em baixo do braço e vou à praça só pra ler. Falo de dias que pego meus trocados e vou sozinha tomar sorvete. De dias que compro uma pipoca e sento sozinha no cinema pra ver filme. 

Pra mim, esses dias exercitam o autoconhecimento e fortalecem a sensação de liberdade. E tudo o que acontece serve pra que nos conheçamos melhor e saibamos lidar com as várias situações. Eu sinto tudo um pouco mais forte. 

De vez em quando eu preciso estar só comigo pra também estar com os outros.    


Share:

2 comentários: