24 janeiro 2017

Como é bom ser diferente!

Outro dia, em um dos grupos das migas blogayras, surgiu um assunto bem polêmico: POCHETES!


Foto: Larissa Dare editorial com pochetes da Maria Tangerina

Há um tempo a gente tem visto a volta das pochetes ~claro que com uma repaginada né~ e há quem ame, há quem odeie, há quem faz a Glória Pires e não é capaz de opinar sobre o assunto. 

Pois bem, a conversa durou até alguns dias, fomos relembrando os modelos e conversando sobre o que já usamos ou não usamos, e o que usaríamos ou não hoje em dia. Mas o mais legal mesmo foi ver que TÁ TUDO BEM TER GOSTO DIFERENTE!

Enquanto conversávamos, falávamos: ah, esse modelo eu acho ridículo - enquanto a outra dizia que amava. Sempre que conversamos vemos que muitas referências se convergem, outras nem tanto, mas ainda ainda assim o papo se complementa. 

Logo que eu criei o blog e descobri os outros blogs de Belém, vi o quanto somos diferentes. Aí tem gente que acha que existe concorrência entre as blogueiras. MANA, TE SAI!

Eras, COMO É BOM SER DIFERENTE! Eu adoro as meninas, admiro o trabalho de todas elas e, claramente, vejo o estilo de cada uma. Imagina se fossemos todas iguais, que chato né? 

Não existe concorrência, existe cada um com seu estilo, com suas dicas, suas limitações, seus corpos, suas opiniões. E sim, elas me inspiram. Assim como outras várias mulheres, blogueiras ou não. 

A gente precisa desconstruir essa treta de que mulheres são concorrentes, independente do contexto. Trabalhamos com a mesma coisa, a mesma vibe, e isso não nos divide, pelo contrário, nos une. 





Share:

Um comentário: