02 agosto 2012

Mágico de Oz

Eu passei 19 anos da minha vida sem assistir um dos musicais mais clássicos e mais legais do mundo rs. Eu não sei vocês mas eu amo musicais (como já falei algumas vezes por aqui) e com certeza O Mágico de Oz entrou pra minha lista de favoritos.
Infelizmente, nem todos tiveram possibilidade de assisti-lo, eu indico pra todos vocês, principalmente pra quem gosta de filme infantis, musicais e filmes antigos rs.

O filme começou a ser filmado em 1938 e foi concluído um ano depois, em 1939, mesmo ano em que estreou. Acho que a demora se justifica pela idas e vindas de atores e diretores do filme, mas o resultado com certeza valeu a demora (não que nós tivéssemos esperado porque né rs).
Eu adoro as cores que os filmes antigos trabalham, um colorido muito legal, um jogo de cores que nos encantam.
E como uma grande parte dos filmes, O Mágico de Oz também saiu de um livro O Maravilhoso Mágico de Oz, escrito por L. Frank Baum, em 1901. O escritor publicou mais 13 livros que continuava a falar sobre a Terra de Oz.

Mas voltando ao filme...
Sinopse: Após um tornado em Kansas, Dorothy vai parar com sua casa e seu cachorro na fantástica Oz, onde as coisas são coloridas, bonitas e mágicas. Porém, o seu maior desejo é retornar de volta para casa, para isso ele deve encontrar um mágico, que lhe mostrará como realizar esse seu desejo. Para chegar até ele, contudo, Dorothy viverá uma aventura inesquecível através do caminho de tijolos amarelos.

Entre as 6 indicações no Oscar, o filme venceu 2 categorias: Melhor trilha sonora e Melhor canção original

Judy Garlan protagonizou o filme com apenas 16 anos de idade e já havia feito 7 filmes antes de O Mágico de Oz. Judy morreu com 47 anos, sendo 45 dedicados a atuação. 
(super linda né?)
Bom meninas, eu espero que vocês gostem do post de hoje, e ainda mais, espero que assistam o filme e gostem também!


O que acharam do post de hoje? Alguém aqui já assistiu O Mágico de Oz? Gostam de musicais? Contem-me!
Beijos, Valéria.

Share:

0 comentários:

Postar um comentário